segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

MAS O QUE É SER FELIZ?

MAS O QUE É SER FELIZ?





Feliz...
Infeliz...
Felicidade...
Infelicidade...

Mas o que é ser feliz?
Mas o que é ser infeliz?
Mas o que é felicidade?
Mas o que é infelicidade?

Ser feliz: montanha de dinheiro?
Ser feliz: seguir uma fé, uma religião?
Ser feliz: ter plena saúde?
Ser feliz: ter grande capacidade intelectual e conhecimento?

Tantas coisas podem ser respondidas...
Mas uma pergunta dever ser feita!
Duas perguntas sobre algo tão vasto...
Três perguntas para fazer a reflexão parir e fluir:

Se a felicidade for somente uma ideia? Assim igual perfeição ou justiça...
Segunda pergunta: se ela não existir e for só um conjunto de explicações variadas?
Terceira pergunta: Se for uma ideia e um conjunto de explicações variadas ela, a felicidade, é verdade, existe na realidade?

Feitas as perguntas, cito uma possível resposta: sendo ela uma ideia, e, entendida como tal, paremos de pensar que somos assim tão infelizes...

domingo, 25 de janeiro de 2015

4 ANOS DEPOIS DA PRIMAVERA ÁRABE...




Quatro anos! E o que mudou? Alguns governos ditatoriais ruíram, alguns ditadores que estavam décadas no poder morreram ou perderam seus megalomaníacos "super poderes"... Mas, nesses países, nestas nações antigas que vivem sob leis medievais, muitas coisas continuam... Mulheres sem acesso (proibidas) a educação, medicina, escolher roupas mais adequadas para um clima quentíssimo, mulheres que sofrem todo tipo de violência física e psicológica... Vários exemplos poderiam ser citados, mas, é nítido e notório as condições sociais nesses países árabes de maioria islâmica. Como mudar? Como melhorar a qualidade de vida destes milhões de pessoas? Como fazer com que estas sociedades entendam a democracia, a tolerância, a busca da igualdade de direitos para homens e mulheres? Penso que todos este pontos estão ligados em um só ponto, crucial, polêmico, debatido, ponto: a religião. E, o acesso a internet (informação, ideias, conhecimento, entretenimento, comércio mundial) é, também, uma relevante possibilidade de tendencia de mudança. A mudança latente começou até mesmo antes da Primavera Árabe, agora, sua continuidade é imprescindível. Que um "Iluminismo" nos países árabes ocorra, a partir do acesso ao conhecimento, conhecimento que pode sim ser buscado e compartilhado com as tecnologias de informação e comunicação existentes. E, o apoio contínuo dos países democráticos, tanto os mais ricos como os em desenvolvimento.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Pensamentos, palavras ditas iluminadas, porém, são discursos loucos e egocêntricos que levam para a morte!


A SAGA DOS VAGA-LUMES PERTURBADOS...



http://pt.wikipedia.org/wiki/Adolf_Hitler


http://pt.wikipedia.org/wiki/Osama_bin_Laden



http://pt.wikipedia.org/wiki/Jim_Jones



Saga louca! 
Saga mórbida!
Saga que parece irreal... 
Surreal! 

Saga imoral...
Saga dos vaga-lumes perturbados!
Dizem. Promovem-se. Gritam que são vaga-lumes!
Seres com luz própria! Salvadores!

Que devem ser seguidos...
Obedecidos...
Admirados...
Eles são os sábios iluminados!

Líderes, políticos, sacerdotes, generais... Muitos na História foram:
Vaga-lumes perturbados!
Levam a morte, a miséria, às lutas, às guerras, sofrimentos...
Delirantes lamentos...

Mas, a luz deles não é eterna, se apaga, se cala...
Cai ridícula e desmascarada!
Luz falsa e desgraçada...
Luz que mata!

Guia de agonia! 
Guia errada! 
Via dolorosa de pensamentos errôneos!
Prega a morte do próximo, do próprio, do distante...

Vaga-lumes perturbados:
Não parecem homens parecem demônios!
Desprezam o humano promovem o inumano!
Mentirosos que mentem... Vaga-lumes perturbados...

Não pode a maioria aderir...
Nem uma minoria...
Devemos todos repelir...

Todo o vaga-lume perturbado!