domingo, 9 de outubro de 2016

Deus: uma prova... Uma prova: Deus... 10000000 - 1 dia

10000000 - 1 dia

Deus: uma prova...
Uma prova: Deus...


Deus... Uma prova! 
Deus... Um pedido!
Deus... Um clamor!
Deus... Uma oração!
Deus: disto depende a minha salvação...
Digo, escrevo, manifesto meu sentir e pensar a TI!
Para TI e para todos que possam ler, meditar, passarem a diante...
Aqui, neste computador, quanto pecar?
Nesta rede mundial quanto erro?
Nesta invenção que é a grande biblioteca - o grande livro - da Humanidade... 
Quanta desumanidade?
É um colapso de malignidade...
Transforma mentes humanas em máquinas de insensibilidade...
Informações... Excesso!
Conhecimento... Talvez ou retrocesso?
Do mundo... Das eras... Contextos diversos...
Existindo o SENHOR, Criador, Deus único...
Quanto pecado há em mim...
Quanto pecado há em quem lê...
Quanto pecado há em mim, nos leitores, nos que não são leitores, em toda a parte da Terra...
Quanto erro e quanto distante estou de TI...
Aqui: sou um ser humano entre bilhões de outros...
Semelhantes a mim...
Incontáveis para mim...
Os que nasceram, os que vivem, nascem e morrem neste mundo e nesta realidade que O Deus onisciente sabe, conhece em sua plenitude.
Deus... Uma prova! 
Deus... Um pedido!
Deus... Um clamor!
Deus... Uma oração!
Deus: estou pedindo uma prova!
"Fazei prova de Mim!"
Eu observo a realidade, o universo, a vida, a minha vida, a História...
Com minhas limitações, tendencias, erros, preconceitos, pecados...
Mas vejo a complexidade intrínseca!
A magnitude!
A incompreensível e incalculável totalidade das coisas...
A grandiosidade de tudo!
Vejo também a dor!
Presente e implacável dor!
A morte!
Presente e implacável morte!
O sofrimento!
As guerras!
A loucura!
As doenças!
As injustiças!
Os crimes!
Culpo-te?
Sim!
Eis um dos meus pecados? Sim!
Pecado este nascido de minha ignorância ou de meu conhecimento limitado sobre TI?
Outro pecado? Cito...
Posso ficar citando por horas e horas... Dias...
O silencio no lugar de resposta!
Sim, eis um pecado um pensar um insistir...
Resposta! Resposta! Resposta!
Fala! Fala! Fala!
Responde Ó Deus!
Revela-te!
Mostra-te!
Traga a iluminação pois estamos entregues ao Não Conhecer sobre TI!
Fala Deus!
O profeta antigo escreveu que o deus ou os deuses  de pedra e madeira, outro e prata, não falam, então TU, que é Espírito, PRECISA FALAR!
Mas eis o clamor eis a prova:
Se houver resposta para esta prova...
Se houver um mover e esta prova pensada for respondida...
Haverá um mudar!
Haverá um pregar!
Haverá uma luta!
Haverá um louvor!
Haverá uma renovação!
Haverá restauração!
Haverá um buscar de santidade!
Haverá...
UMA SALVAÇÃO!
Mas Deus, no meio desta realidade encharcada de vozes pregadoras, tantas e tantas, ideologias, correntes, palavras, altares, universidades, programas de televisão, leituras, estudos, textos e mais textos...
Deus eu estou pedinto uma prova, TU, sendo onisciente, onipresente, onipotente... TU, sendo o todo poderoso, o criador de tudo, o Eterno, o altíssimo... TU sendo amor!
Deus, pela minha salvação e pela de muitos estou pedindo uma resposta...
Eis a prova: a leitura de milhões em um tempo mínimo...
Perder Deus não ocorre da noite para o dia!
Perder Deus não é algo fácil!
Perder o Pai celeste...
Perder o amigo fiel...
Perder o criador e o sentido de tudo...
Perder Deus destroça as emoções...
Aguça os sentidos ou pode até trazer a doença...
Então responde!
Importa a minha vida para TI?
Importa o meu sentir para TI?
Importa?
Responde! 
Clamor jogado ao vento...
Palavras como folhas em um vendaval...
Galhos secos levados...
Homem em pedaços...
Esperando...
Resposta Deus!
Responda Deus!
Fale Deus!
Revela Deus!
Amas mais alguns e menos outros?
Sim? Não?
Se amas igualmente a tua revelação é igualmente dada para todos em todo o tempo?
Escolhestes alguns especiais e falastes diretamente com eles...
Deveria ter falado com todos! Todos!
Em sua vastidão multicultural, com todos!
Minha mente vai...
Ela segue e acompanha...
Esta neste tempo e é pertencente à ele?
Minha consciência debate-se!
Inquieta clama...
Há o desespero existencial...
Há a necessidade inata ou cultural?
Sei que há o clamar!
O questionar!
A busca da prova!
Deus... Uma prova! 
Deus... Um pedido!
Deus... Um clamor!
Deus... Uma oração!
Deus: disto depende a minha salvação...
Tantas pregações, ensinos!
Tantas dúvidas!
Tantas Não Respostas!
Clamo somente por uma...
Prova Deus!


    


10000000 - 1 dia

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Ideia... Sobre ti Ó Ideia... Ideia? É?



Ideia... Sobre ti Ó Ideia...
Ideia? É?


Ideia?
Origem?

Ideia igual a Deus?
Ideias iguais aos deuses?

Deus é uma Ideia?
Ideias sobre deuses? Deuses são Ideias?

Ideia?
Qual a primeira Ideia criada, advinda, surgida, exercitada, formada, nascida... No cosmo? Na História?

 A Ideabilidade de uma Ideia... 
Ideação de uma Ideia...

Ser Ideacional ou não ser?
Encontrar o Ideal ou não encontrar?

Inventar Ideal?
Inventar o Ideal?

Idealidade subjetiva?
Íntimo Idealismo?

Um Idealista convicto?
Ser Idealístico?

A Idealização de uma Ideia é unicamente do próprio Idealizador?

A civilização é - ou existe como - um conjunto de Ideias? De Ideais? De Idealizações? De caminhos para o Ideal?

Idealizar é preciso?
Idear é preciso?

O Ideário tende ao contínuo criativo?
Ideativo sempre?

A Justiça é um acordo de Ideias?
Em um futuro distante máquinas produzirão Ideias?

Ideável e legítimo?
Toda legitimidade é baseada em Ideias - Ideais?

Ideias excitam!
Ideias movem!
Ideias matam!
Ideias trazem!
Ideias levam!
Ideias mudam!
Ideias iluminam!
Ideias jogam em trevas!
Ideias apaixonam!
Ideias entristecem!
Ideias fundam nações!
Ideias promovem guerras!
Ideias pacificam!
Ideias corrompem!
Ideias dignificam!

Ideias... Há seres humanos? Haveriam seres humanos? Sem as Ideias?

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

É Absolutamente Inútil Lutar Contra O Tempo?


É Absolutamente Inútil Lutar Contra O Tempo?






imagens: arquivo pessoal.

{\Delta x}\, {\Delta p} \ge \frac{\hbar}{2}
\nabla \times \mathbf{E} = -\frac{\partial\mathbf{B}} {\partial t}
{\displaystyle {\frac {\partial ^{2}x_{\mu }^{\prime }}{\partial \tau ^{2}}}+\Gamma _{\alpha \beta }^{\mu }{\frac {\partial x^{\alpha }}{\partial \tau }}{\frac {\partial x^{\beta }}{\partial \tau }}=0}


fonte imagens (apenas para introdução - reflexão e pseudo artística impressão): https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/3/33/Geodesicastatic.gif


fonte - apenas para apresentação. Não é minha ideia ou opinião dizer que estas mentes brilhantes estão erradas em estudar o Tempo... https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/6e/Solvay_conference_1927.jpg





Conceituar o Tempo?
Relativizar o Tempo?
Compreender o Tempo?
Perscrutar o Tempo?
Estudar o Tempo?
Medir o Tempo em absoluto?
Recortar o Tempo?
Fazer um "acordo" com o Tempo?
Historicizar o Tempo?
Citar reflexões filosóficas clássicas sobre o Tempo?
Os livros sagrados revelam sobre o Tempo?
Os sacerdotes, os manuscritos, os hieroglifos...
A Física Newtoniana, Clássica, Quântica...
Os renomados cientistas, os teólogos...
Os comentaristas de televisão (sim as vezes parecem saber de tudo!)...
Os ditados populares...
As superstições...
A subjetividade...
O achismo... Os achismos... As opiniões...
Os palestrantes celebridades com grandes contas bancárias...
As mitologias?
Tempo: o devir, o contínuo complexo em fluxo de mudança, o Todo - Tudo em mudança inexorável, uma dimensão, imiscuído com o Espaço, interagido, existente fora deste?
Neste misterioso ator - diretor - personagem - produtor... Tudo ocorre, tudo corre, tudo muda, tudo continua, tudo nasce, tudo morre... 
Cada átomo, cada partícula, cada astro celeste, cada galaxia, aglomerado cósmico, Todos Nele, Imersos Nele...
Tempo, Tempo, Tempo...
Desespero-me!
Não compreendo-te!
Toda a natureza, o cosmo, o universo, a realidade, todo o passado, o presente - que não é fixo em nada, que passa, que flui -, o futuro que é como uma construção que mentalmente e imaginativamente construo... 
Tudo no Tempo?
Tempo no Tudo? 
Há um "Não Tempo"? 
Houve um início do Tempo? 
Mas, e antes, antes do início do Tempo? 
Qual tempo era antes do início do Tempo? 
E Deus ? Deus criou o Tempo e é independente dele? Como será o fim do Tempo se é que é racional e possível este fim? Pode ser produzido em laboratório um NÃO TEMPO? 
Pode ser reproduzido um Tempo sem Tempo ou alguma coisa - ou não coisa - ou negação da coisa em si - que prove uma NÃO TEMPORAL EXISTÊNCIA?
Sabendo-se que as constelações, as estrelas, os planetas, tudo esta em movimento - não há um ser, uma coisa, uma partícula subatômica, que não esteja em movimento... Então, como voltar no Tempo? Se o planeta nunca volta, nunca voltou, nunca voltará em uma posição anteriormente percorrida, como voltar no Tempo? O Tempo vai...
Vai... Vai...
O "Eterno Retorno" é uma negação da razão - um delírio filosófico!!!
O Big Bang é um início falso então? Pois não é início... Declaradamente havia algo... Ou de um não algo virá um algo? 
O nada é só uma ideia vaga?
O nada não passa de uma ideia?
Tempo, tempo, tempo...  
É Absolutamente Inútil Lutar Contra O Tempo...
Mesmo assim, luto, lutarei até o fim... 
Fim?

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Humanos Para Sempre...


Humanos Para Sempre...


Humanos somos... Somos humanos...
Todos! Sim todos: santos, ditadores, inteligentes, réprobos, inconsequentes, gênios, doentes...
Desde quando?
Há uma data?
Um tempo?
Uma época para catalogar e afirmar: "eis o dia!"; "eis o início!" - o jardim do Éden?
Muitas vezes calendários são apostasias para o imensurável Tempo...
Sem as migrações humanas os humanos não seriam como são!
Sem as andanças, as buscas, as transformações de pensamentos não haveria a humanidade como ela é!
As imaginações, as ações, as crenças, os ser que transforma-se ao transformar!
O criador criatura! A criatura criadora!
Síntese complexa espiritual e material...
Múltiplas células em imensuráveis combinações e processos...
Fluxo de pensar e sentir vivo!
Máquina de sobreviver pelo sentido que ele mesmo cria?
Desde o início o humano, caminha humano, muda humano... Peculiar ser! Ser peculiar...
Quando terminará? Terminará ou mudará? Evoluirá?
Quando cessará os sorrisos?
Quando acabará as lágrimas?
Quando as paixões serão findas?
Quando o amor será esquecido?
Quando os passos bípedes do "quase anjo - quase macaco - quase demônio" chegarão ao ocaso da existência? Permanência ou Impermanência?
Quando?
E tudo que foi inventado?
E tudo que foi guerreado?
E tudo que foi vivido?
E tudo que foi aprendido?
E... Tudo sofrido! Tramado! Orquestrado! Pensado...
Caminhará a humanidade para a inexistência?
Caminha a humanidade para um paraíso e para um inferno aonde os bons e os malignos desavisados amargarão um sofrimento infindo ou uma felicidade incalculável?
Mas eis o despertar do senso humano...
Somo humanos...
Somos mortais...
Somos findos...
Vivemos na humanidade, por ela e nela...
Bilhões nasceram, bilhões vivem, bilhões já morreram...
Conhecimento construído...
Culturas milenares...
Saberes arcaicos e pós modernos...
Todo conteúdo da grande rede mundial de computadores!
Todos os museus, bibliotecas e universidades do mundo!
Todos os templos de todas as crenças!
Todos os hospitais!
Todas as empresas, fábricas, lojas, escolas...
Todos os castelos, catedrais, piramides e casas...
Toda obra humana cessará?
Humanos para sempre seremos?
Extinção ou migração?
Melhoramentos, mudanças, adaptações? 
Para onde caminhamos?
Humanos para sempre...
Eis nosso andar... Por enquanto!